domingo, 8 de junho de 2008


Não cometo poemas.
A explicação é desnecessária.
Mas, de vez em quando
As letras fogem e se amontoam
Num grupo esquisito,
Uma espécie de ninho de aranhas.
Parece um poema.
Para mim, é um conto anêmico.

3 comentários:

Babi. disse...

Gostei mesmo do blog, cê arrasa diva!


Sucesso.
bjão

Ana disse...

Anêmico ou polêmico?
É poema sim, anacrônico,
mas poema!
Palavras, montanhas,
entranhas e façanhas.
Pseudômico poema.

bjs
Ana

Carlos Patrício disse...

Bem ao estilo de Poe: prosa e verso. Why not?

Gostei (também) de seu lado poeta ...